A engenheira eletrônica Claudia Ito, CEO da International Publicity que organiza o GP Brasil de Fórmula 1, ministrou na sexta-feira uma palestra aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Entre os diversos assuntos abordados, Claudia falou sobre a participação da mulher no mercado de trabalho.
 
Atualmente, as mulheres respondem por 43,8% de todos os trabalhadores brasileiros, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Porém, conforme aumenta o nível hierárquico, a participação nos cargos gerenciais é menor. Elas representam somente 37% dos postos de liderança e gerência e 10% em comitês executivos.
 
Claudia está há mais de 20 anos na organização do GP do Brasil, passando por diversas áreas até assumir a direção executiva. Segundo ela, a humildade e o conhecimento foram os guias que a levaram a ter sucesso profissional.
 
Além disso, Claudia não acredita em diferenças na capacitação profissional entre homem e mulher. Para ela, o que um profissional precisa, independente do gênero, é buscar conhecimento técnico e procurar se antecipar a tudo o que acontece em sua volta. O conhecimento de outro idioma também foi citado como um diferencial, principalmente para quem quer trabalhar em grandes eventos como o GP Brasil.
 
Claudia Ito comanda anualmente cerca de 10.000 pessoas que trabalham nos três dias de evento do GP Brasil em Interlagos. Ela comentou que uma das tarefas mais árduas de um líder é administrar pessoas. Isso porque em um grupo existem divergências de opiniões e conflitos, o que impõe ao líder calma e competências interpessoais para mediar e integrar pessoas, de forma que as metas sejam alcançadas conforme planejado.